Sobre o site

A idéia deste site surgiu em 2005. Caminhando pela praia do Leblon, onde morávamos, eu e meu esposo conversávamos sobre os recentes problemas que acompanhamos com alguns amigos que tiveram seus textos atribuídos ao Autor Desconhecido. Foram dois ou três episódios distintos em um curto período de tempo. A história desse passeio está no texto “Autor Desconhecido”, postado logo abaixo.

Quando tive a idéia de fazer um site que fosse uma espécie de banco de dados de textos desvendados, jamais imaginava o alcance que essa iniciativa teria. Nesses quatro anos de blog o Autor Desconhecido foi tema de diversas reportagens impressas e nosso blog serviu como uma das fontes para o livro Caiu na Rede, da jornalista Cora Rónai. Curiosamente, muitos jornalistas sequer me avisaram das reportagens e infelizmente não pude reuní-las para colocar no site. Muitas reportagens tinham inclusive meu nome e sobrenome, e eu só ficava sabendo delas depois de meses, ou até mesmo anos, ao esbarrar em uma pesquisa do google.

Algumas reportagens (poucas) que guardei, no entanto, colocarei no site. Caso alguém tenha guardado algum artigo ou reportagem sobre o blog Autor Desconhecido, gostaria que me enviasse por e-mail, para que eu possa disponibilizar no site.

O blog ficou sem atualização por um período significativo, mas continuei recebendo toneladas de e-mails com pedidos para desvendar autorias e outros com elogios a respeito do site e cobrando novas atualizações. Sempre acreditei que fosse totalmente possível desvendar, com segurança, a autoria dos textos atribuídos ao “Autor Desconhecido”, e esse período em que nosso trabalho esteve hospedado no blogger apenas me confirmou que eu estava certa. No entanto, não é um trabalho fácil, e infelizmente muitas pessoas optam pelo que lhes for menos trabalhoso, o que geralmente significa clicar em “encaminhar” e repassar o texto recebido sem sequer confirmar a veracidade da autoria.

Não espero que todos saiam à caça dos verdadeiros autores dos textos, mas se ao menos puderem se dar ao trabalho de fazer uma breve pesquisa em busca do verdadeiro autor de um texto atribuído ao Desconhecido, ou mesmo em busca da confirmação sobre uma autoria atribuída ao escritor conhecido, já me sinto satisfeita. E nosso mundo virtual começará a ficar um pouquinho mais confiável.

Como escritora, sei o quanto custa escrever um texto e também sei o quão frustrante é vê-lo atribuído a outra pessoa, ou modificado como se fosse de ninguém. Não existe texto de ninguém. O texto tem de ser muito ruim para que ninguém queira responsabilizar-se por ele. Meu outro objetivo com o Autor Desconhecido é buscar a valorização do trabalho do escritor. Escrever é trabalho e dá trabalho. E não, não é legal ver um texto seu atribuído a outra pessoa, nem um texto de outra pessoa atribuído a você. Sugiro que leia os textos deste site, que vêm com comentários meus a respeito de toda essa situação.

Agradeço a todos que se utilizam dessas páginas para corrigir a autoria dos e-mails que recebem, e também a todos que boicotam os textos de Autoria Desconhecida ainda não desvendados e que não aceitaram compactuar com essa construção alucinada de textos-frankenstein , que por muito tempo tomou conta da web. Finalmente o sonho de transformar o blog Autor Desconhecido em site, com domínio próprio, tornou-se realidade. Espero que, em breve, possamos ampliar ainda mais nossos horizontes.

1 Comment

  1. Victor Martins SantAnna

    Estou em dúvida sobre uma citação atribuída a Érico Veríssimo “O oposto do Amor não é o ódio, é a indiferença”, mas andei descobrindo que esta frase possivelmente seja de Elie Wiesel… Alguma luz sobre a verdadeira autoria? Comentei isto no meu blog:
    http://textosteatro.blogspot.com/2011/11/o-oposto-do-amor-e.html
    Mas fica a dúvida, porque é mais difícil achar a autoria de uma frase isolada…
    []s, Victor

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *