Minha inguinorância é pobrema meu!

Rosana Hermann Rides Again – Porque nem só de Martha Medeiros vive a Entidade Distorcedora de Textos.

Este texto foi publicado em 17 de março de 2004 na coluna que a Rosana Hermann tinha no site Humortadela. Logo o texto foi atribuído aos nossos dois ícones máximos: Luís Fernando Verissimo e Autor Desconhecido da Silva. Vai o texto original:

Minha inguinorância é pobrema meu!

Minha Santa Gramática das Últimas Concordâncias! Meu Santo Aurélio da Ordem Alfabética! Herrar é Umano, ninguém é per-feito, cultura não é inteligência, ninguém tem culpa de não ter formação cultural num país que só tem Juiz Lalau mas… o que é essa santa inguinorância da Solange do Big Brother Brasil de Quatro??? Gente, eu temo pela vida dessa moça! Se ela entrar no Zoológico de São Paulo, corre o risco de ser envenenada! De onde ela veio? Do Poço das Antas? Sai Capeta!!!

Não vou nem entrar em detalhes da edição de ontem que mostrou a grande final da 1a. Mar-anta-tona de Asneiras Estratosféricas, com Cida e Solange competindo de pau a pau nos quesitos “brócos” e “personal trem”. A gente sabemos (!) que elas têm origem humilde e que se tivessem tido oportunidade tudo seria diferente. Mas assim como o pior cego é aquele que não quer ver o pior burro é aquele que não quer aprender! Solange QUER ficar na santa inguinorânça, quer ser grossa, faz questã (!) de se manter porquinha!

A Solange é o tipo de pessoa que vai no aeroporto pra dar milho pra avião. Ela acredita piamente que quando sobe, o avião degola e quando desce, aterroriza! Pra ela, prédio moderno é aquele que tem garagem mediterrânea, luz de spock, sistema de esquecimento central e playboy pra criança brincar. Tenho certeza que ela não gosta de casa germinada onde as paredes estão cheias de humildade e nem aceita dormir em cama boliche!

Ela é do tipo que mata dois coelhos com uma caixa d’água e não põe a mãe no fogo por ninguém! E tem mais: garanto que ela nunca aprendeu português porque acha que a matéria é um bife de sete cabeças! Um dia eu posso até fazer uma meia-culpa por falar tudo isso da moça, já que a ignorância é uma questão de forno íntimo, mas eu acho que ela está indo com muita sede ao poste!!! De qualquer forma, ela não me respira confiança!

A ignorância da moça é tão genuína que deveria ser tombada pelo patrimônio histórico! (Já a Marcela deveria ser tombada pelo patrimônio.. histérico!)

Aliás, nesta edição que está fadada (pra não dizer mordida…) a ter uma mulher como vencedora, estamos totalmente mal representadas. Além da turma das superpobrinhas de espírito, há várias suspeitas sobre a conduta das moças mais bem afortunadas. Várias matérias já insinuaram que se uma delas for morar na Índia, vai ser considerada uma criatura sagrada! Pegou? Pegou? Então larga que tá doendo!

Mas a vida é como circuito elétrico, sempre tem um lado positivo. E neste caso, o lado positivo é que um dia o programa acaba, a Solange ladra, as caravanas passam e a gente nunca mais vai ter que assistir em horário nobre alguém dizer ‘Jack o Estuprador’ sem saber que está num programa de humor!!

Agora, com licença, que eu tenho que me recompor, de tanto rir desta participante que tem mais sorte do que juiz ! Já ri tanto que depilei o fígado!

Um beijo, um browse, um aperto de mouse,
da
Rosana Hermann

1 Comment

  1. Pingback: Caiu na rede virou apócrifo « Baixa Cultura

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *