Preciso de Alguém

Este texto circula pela net atribuído a Charles Chaplin, mas sua autora é Cristiana Passinato. Com uma indignação mais do que justa, ela tenta, sozinha, fazer por seu texto o trabalho que fazemos aqui, buscando alertar os sites que inadvertidamente colocam a autoria trocada (ou o tal “Autor Desconhecido”) para que dêem os créditos à verdadeira autora do texto. A impressão é que somos formiguinhas lutando contra um polvo gigante. Mas quanto mais formigas formos, menor fica o polvo. Não repassemos textos sem autor, e chequemos a autoria de todos os textos que decidamos passar ou publicar. Não é difícil, não tira pedaço, é questão de respeito e ainda faz um escritor feliz :)

“Preciso de Alguém
Cris Passinato

Que me olhe nos olhos quando falo.
Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência.
E, ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos.
Preciso de alguém, que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado;
alguém Amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir,
mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso.
Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia,
nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: A Amizade.
Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu
perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa.
Preciso de um Amigo que receba com gratidão o meu auxílio, a minha mão estendida.
Mesmo que isto seja muito pouco para suas necessidades.
Preciso de um Amigo que também seja companheiro, nas farras e pescarias,
nas guerras e alegrias, e que no meio da tempestade, grite em coro comigo :
” Nós ainda vamos rir muito disso tudo ” e ria muito.
Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher meu Amigo.
E nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma Amizade
Verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela .”

.

PS: O site da Cris é: www.poesiasdacris.cjb.net

4 Comments

  1. Yolanda Hollaender

    Quero parabenizá-la pela ótima iniciativa. Eu, mesma, muitas vezes me deparo com lindas apresentações que trazem textos sem autoria. E, algumas vezes é difícil localizar o autor na internet, porque na maioria dos PPS recebidos por e-mail,infelizmente, retiram os créditos. Tenho uma apresentação intitulada “Borboleta no casulo”, que não consegui descobrir quem escreveu. O texto parece-me a união de dois textos, pois a segunda parte já li em algum lugar e acho que é de Ghandi. Inicia assim: “Pedi a Deus força, e Deus me deu dificuldades para fazer-me forte”, terminando: “Eu não recebi nada do que pedi, mas recebi tudo de que precisava”.
    Meu afetuoso abraço
    Yolanda

    Reply
    1. Vanessa Lampert (Post author)

      Yolanda, obrigada! Eu, particularmente, tenho verdadeiro horror a PPS justamente porque a maioria ou é de texto com autoria removida, ou trocada, ou textos-frankstein, ou mesmo hoaxes. Tenho trauma de PPS…risos…

      Que bom saber que existe gente que gosta de PPS e que, mesmo assim, se importa em atribuir autoria verdadeira aos textos. O texto que você citou eu conheço, mas não me lembro de quem é, só sei que eu me lembro de já tê-lo pesquisado, se não me engano é, sim, um texto-frank. Vou procurar e assim que encontrar, te passo, ok?

      Grande abraço!!

      Vanessa.

      Reply
  2. Nebai

    Ei Vanessa…
    recebi por e-mail o endereço do seu blogger antigo de autores desconhecidos, achei muito interessante e adorei descobrir a verdadeira origem de vários textos que eu realmente desconhecia o autor… rs…
    quando tiver um texto que não souber a sua verdadeira origem encaminharei para sua coleção!
    abraço…

    Reply
  3. Tainã

    Conheci hoje o seu blog e agora o site e simplesmente adorei!Sempre recebia alguns textos por e-mail que eu achava meio sem pé nem cabeça, ou cabeça de um, pé de outro e filho de desconhecido!Fiquei atraves de você sabendo as verdadeiras autorias e verdadeiros textos.Valeu mesmo!

    Reply

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *